William e Harry unidos na defesa de Diana contra a BBC

William e Harry unidos na defesa de Diana contra a BBC
Ana Bela Ferreira 21 de maio

"A cultura da exploração que acabou por matá-la" afirmou Harry. William acredita que as declarações da mãe foram influenciadas pelos documentos falsos que Martin Bashir usou para a convencer a falar.

Desavindos desde que Harry deixou a monarquia, os filhos de Diana uniram-se para defender a mãe. Em causa a revelação das conclusões do inquérito sobre a polémica entrevista da princesa à BBC em 1995 e que se conclui agora foi conseguida por meios que não obedeceram à ética.

Num depoimento em vídeo, William acusou os líderes da BBC de terem falhado com a mãe, tendo contribuído para o medo que ela sentiu nos últimos anos da sua vida. O príncipe acusou ainda os líderes da cadeia de televisão pública de "incompetência intolerável".

O filho mais velho de Carlos e Diana acredita ainda que a forma enganadora como a entrevista foi conseguida acabou por influenciar o que a mãe disse. Lamentou ainda que a empresa nunca tenha investigado as queixas anteriores e que a sua mãe nunca tenha chegado a saber que tinha sido enganada.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui