Arcebispo nega que Meghan e Harry tenham casado em segredo

Arcebispo nega que Meghan e Harry tenham casado em segredo
SÁBADO 31 de março
As mais lidas

Depois de Meghan Markle ter revelado que casou com o príncipe Harry três dias antes da cerimónia oficial, o arcebispo Justin Welby nega que tal tenha acontecido e garante ter celebrado o casamento a 19 de maio.

Justin Welby, o arcebispo de Canterbury que casou Meghan Markle e o príncipe Harry, desmentiu esta quarta-feira a informação avançada pela duquesa de Sussex durante a polémica entrevista a Oprah Winfrey. Ao jornal italiano "La Reppublica", o arcebispo afirmou que "o casamento foi celebrado no dia 19 de maio" de 2018, contrariando assim as palavras de Meghan Markle, que revelou ter casado três dias antes da cerimónia oficial. 

Twitter

O responsável da Igreja Anglicana garantiu que, caso tivesse celebrado o casamento três dias antes da cerimónia oficial, que se realizou no Castelo de Windsor, estaria a cometer "um crime grave". Durante a entrevista, Justin Welby disse ter estado com o casal várias vezes antes do casamento, "em contexto privado e pastoral", apesar de recusar adiantar o que aconteceu nessas reuniões. "Se falar com um padre, pode esperar que a conversa permaneça privada", explicou. 

No início de março, durante a entrevista de Meghan Markle e Harry a Oprah Winfrey, a duquesa de Sussex explicou que o casal chamou o arcebispo de Canterbury para oficializar o casamento numa cerimónia privada, longe dos olhares do público. "Três dias antes do nosso casamento, casamo-nos, ninguém sabe disso", disse na altura Meghan Markle. 

Além das palavras do arcebispo, que contrariam a duquesa de Sussex, também o jornal britânico "The Sun" publicou uma cópia da certidão de casamento, mostrando que a cerimónia oficial aconteceu no Castelo de Windsor, no dia indicado por Justin Welby.

Artigos Relacionados