Polícias formaram cordão humano para retirar homem de rio Trancão

Polícias formaram cordão humano para retirar homem de rio Trancão
Diogo Barreto 30 de janeiro de 2019

Equipa foi avisada para corpo a flutuar no lodo. Chegados ao local encontraram um homem apenas com a cabeça de fora do lodo e incapaz de se mexer.

A 26 de janeiro, o Comando Metropolitano de Lisboa foi informado de que havia um corpo a boiar no rio Trancão, tendo enviado uma equipa de polícias para o local. Chegados à margem, os agentes depararam-se com um cidadão imerso no lodo até ao pescoço, mantendo apenas a cabeça à tona. Segundo a polícia, o cidadão estava "sem qualquer capacidade de reação aos chamamentos dos polícias" e claramente numa "situação de perigo iminente para a sua vida".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais