Operação Fora de Jogo: 47 arguidos entre os quais jogadores e dirigentes desportivos

"Dirigentes de topo dos três grandes" e o empresário Jorge Mendes foram constituídos arguidos no processo. Entre os arguidos há também jogadores profissionais.

Foram constituídos 47 arguidos no âmbito da operação Fora de Jogo. Entre os arguidos - 24 pessoas coletivas e 23 pessoas singulares - constam jogadores de futebol, agentes ou intermediários, advogados e dirigentes desportivos. Há suspeitas de crimes de fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais. 

"No inquérito investigam-se negócios do futebol profissional, efetuados a partir do ano de 2015, e que terão envolvido atuações destinadas a evitar o pagamento das prestações tributárias devidas ao Estado", refere o comunicado do MP que dá conta de que foram realizadas buscas em 56 locais  40 buscas domiciliárias e 31 buscas não domiciliárias, designadamente, em diversos clubes de futebol e respetivas sociedades e 5 buscas a escritórios de advogados, avnaça o Minsitério Público em comunicado.

Estas diligências decorreram em vários pontos do território nacional e envolveram 11 magistrados do Ministério Público do DCIAP, 7 magistrados judiciais, 101 inspetores Tributários e 181 militares da Unidade da Ação Fiscal da GNR, num total de 290 pessoas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais