O atentado ao Estado de Direito

A SÁBADO vai revelar, esta quinta-feira, todos os detalhes da operação de vigilância da PSP ao jornalista Carlos Rodrigues Lima: 11 páginas com as fotografias, descrições e guerras entre MP e PJ.

Pela primeira vez em democracia, o Ministério Público mandou uma polícia seguir e fotografar dois jornalistas. A operação foi ordenada pela procuradora Andrea Marques do DIAP de Lisboa e realizada por agentes encobertos da PSP. A vigilância ocorreu até à porta da redacção da SÁBADO.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais