Novo Banco pede falência de milionário Moniz da Maia por dívida de 375 milhões

Novo Banco pede falência de milionário Moniz da Maia por dívida de 375 milhões
SÁBADO 29 de janeiro de 2020

Caso está a ser julgado no Tribunal de Comércio de Lisboa mas a Moniz da Maia restam apenas terrenos em Benavente, que poderão valer dezenas de milhões de euros.

O Novo Banco requereu a declaração de insolvência da Totalpart, sociedade que gere outras unidades do Grupo Moniz da Maia, para recuperar os cerca de 375 milhões de euros em empréstimos concedidos ao Banco Espírito Santo (BES), em 2009 e 2011, que não chegaram a ser pagos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais