Juíza da providência cautelar dos Enfermeiros já trabalhou para um governo do PS

Juíza da providência cautelar dos Enfermeiros já trabalhou para um governo do PS
Carlos Rodrigues Lima 10 de setembro de 2019

A magistrada Dinamene de Freitas Antunes foi adjunta de Jorge Lacão no primeiro governo de José Sócrates. Actualmente é juíza no Tribunal Administrativo de Lisboa.


A juíza que está a analisar uma providência cautelar interposta pela Ordem dos Enfermeiros contra a sindicância aberta pelo ministério da Saúde já trabalhou para um governo do PS. A providência cautelar deu entrada no Tribunal Administrativo de Lisboa a 3 de Maio e foi distribuída à juíza Dinamene de Freitas Antunes que, segundo o seu currículum publicado no Instituto de Ciência Jurídico-Políticas da Faculdade de Direito de Lisboa, foi "adjunta do secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros" entre abril de 2006 e Março de 2007, ou seja durante o primeiro governo de José Sócrates. O titular da pasta era Jorge Lacão. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais