Governo vai dar resposta imediata à alimentação de animais

Lusa 23 de outubro de 2017
As mais lidas

Capoula dos Santos afirmou que serão criadas cinco plataformas nos municípios de Monção, Tondela, Vagos, Vila Nova de Poiares e Gouveia.

O Governo vai dar resposta imediata à alimentação dos animais das explorações afectadas pelos incêndios de 15 de Outubro através da criação de cinco plataformas logísticas, disse hoje o ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos.

Paulo Novais
Segundo o governante, que falava em Vila Nova de Poiares, no distrito de Coimbra, no final de uma reunião com autarcas e representantes dos agricultores dos concelhos atingidos pelos fogos, "talvez, já a partir de quarta-feira, seja possível começar a distribuir alimentos".

Capoula dos Santos, que se fez acompanhar do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, adiantou que as cinco plataformas vão ser instaladas nos municípios de Monção, Tondela, Vagos, Vila Nova de Poiares e Gouveia.

As centenas de incêndios que deflagraram a 15 de Outubro, o pior dia de fogos do ano segundo as autoridades, provocaram pelo menos 44 mortos e cerca de 70 feridos, mais de uma dezena dos quais graves, nas regiões Centro e Norte.

Os fogos obrigaram a evacuar localidades, a realojar populações e a cortar o trânsito em dezenas de estradas.

Esta foi a segunda situação mais grave de incêndios com mortos em Portugal, depois de Pedrógão Grande, em Junho, quando o fogo alastrou a outros municípios e provocou, segundo dados oficiais, 64 mortos e mais de 250 feridos, morrendo ainda uma mulher atropelada quando fugia deste fogo.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana.
Boas leituras!
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais