Ex-juiz negacionista não mostra exame PCR no aeroporto e é escoltado pelo SEF

Ex-juiz negacionista não mostra exame PCR no aeroporto e é escoltado pelo SEF
SÁBADO 13 de fevereiro
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 24 a 30 de novembro
As mais lidas

Foi o próprio Rui da Fonseca e Castro que divulgou o episódio, ocorrido no regresso de uma viagem ao Brasil.

O ex-juiz Rui da Fonseca e Castro, expulso da magistratura por incentivar à quebra das regras sanitárias de combate à covid-19, foi escoltado para fora do Aeroporto de Lisboa por agentes do SEF. O episódio aconteceu na segunda-feira depois de Fonseca e Castro ter recusado mostrar o teste PCR obrigatório no regresso de voos do Brasil, como era o seu caso.

Tiago Petinga/LUSA
Num vídeo que circula pelas redes sociais é o próprio que explica o sucedido. "Acedi a cumprir a obrigação de fazer um teste PCR com resultado negativo para embarcar. No regresso ia disposto a mostrar o teste, mas quando um grupo de ‘funcionariozecos’ da Securitas me disse que teria de colocar uma pulseira amarela após mostrar o exame, e assim poder sair do aeroporto, recusei de imediato", refere no vídeo.

Leia mais no Correio da Manhã.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais