Eletricidade: milhões em ajustes diretos em câmaras

Eletricidade: milhões em ajustes diretos em câmaras
Marco Alves 22 de setembro

Nos primeiros meses do ano, autarquias e organismos do Estado adjudicaram dezenas de milhões sem concurso. Só a Infraestruturas de Portugal assinou um ajuste de 20 milhões.

A volatilidade do mercado de energia está a ter uma consequência nos contratos de eletricidade assinados pela administração pública: um surto de ajustes diretos a empresas fornecedoras, que assim deixam de estar a competir entre si em concursos públicos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais