Coronavírus: Braga aconselha idosos a absterem-se de ir à missa

Lusa 11 de março de 2020
As mais lidas

Arquidiocese de Braga dirige um apelo aos idosos para que se abstenham "até de participar na eucaristia, a não ser com o máximo cuidado, dados os perigos reais que correm".

A Arquidiocese de Braga anunciou hoje o cancelamento da Visita Pascal este ano, bem como a suspensão da catequese e de várias reuniões de jovens previstas para as próximas semanas, devido ao surto de Covid-19.

No final de uma reunião, os párocos e capelães da cidade de Braga, apelaram aos cristãos para tomarem "muito a sério a epidemia em curso, (...) tudo fazendo para evitarem ao máximo a exposição pública, onde as possibilidades e perigo de contágio são maiores".

Em comunicado publicado na página da Arquidiocese na Internet, é dirigido um apelo, aos idosos, "mormente os que também são portadores de doenças crónicas", para que se abstenham "até de participar na eucaristia, a não ser com o máximo cuidado, dados os perigos reais que correm e que também fazem correr desnecessariamente aos outros".

O clero de Braga informa, também, que "enquanto não houver determinação superior em contrário, manter-se-ão as eucaristias e o lausperene quaresmal" e que, "nas atuais circunstâncias", a hóstia da comunhão deve ser recebida apenas na mão e não na boca.

Por outro lado, "os horários públicos de atendimento de confissão ficam (...) suspensos até as circunstâncias permitirem o normal funcionamento".

O comunicado é aproveitado para avisar os católicos de Braga de que "é pecado grave infringir os cuidados recomendados que favorecem a saúde pública".

"Por isso, a autoexigência de colaboração e cooperação com o que as autoridades públicas nos propõem, constitui uma obrigação acrescida para quem se afirma cristão", referem os párocos e capelães da cidade de Braga no documento.

Na terça-feira, a Arquidiocese anunciou o cancelamento das procissões e concertos da Quaresma e Semana Santa de Braga, ao mesmo que alertou que as celebrações litúrgicas previstas para a catedral vão ter lugar, mas "poderá não ser permitida a participação dos fiéis".

Em comunicado enviado à Lusa, a Arquidiocese de Braga explica que as alterações, decididas pela Comissão da Quaresma e Solenidades da Semana Santa de Braga, em reunião com o arcebispo, Jorge Ortiga, têm em conta "as recomendações nacionais dadas pela ministra da Saúde" sobre a prevenção da propagação do Covid-19.

Em Portugal, a Direção Geral da Saúde (DGS) confirmou hoje a existência de 59 infetados com o novo coronavírus.

A região Norte continua a registar o maior número de casos confirmados (36), seguida da Grande Lisboa (17) e das regiões Centro e do Algarve (três cada).

O boletim divulgado hoje assinala também que há 83 casos a aguardar resultado laboratorial e 3.066 contactos em vigilância, um aumento face aos 667 divulgados na terça-feira.

No total, desde o início da epidemia, a DGS registou 471 casos suspeitos.

O Conselho Nacional de Saúde Pública (CNSP) está esta tarde reunido para discutir medidas de contenção do surto de Covid-19, incluindo a possibilidade de antecipação das férias escolares da Páscoa.

As medidas já adotadas em Portugal para conter a epidemia incluem, entre outras, a suspensão das ligações aéreas com a Itália, a suspensão ou condicionamento de visitas a hospitais, lares e prisões, e a realização de jogos de futebol sem público.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais