Supremo decreta preventiva para cinco líderes independentistas

C.A.C. 23 de março de 2018

O Supremo já tinha acusado de delito de rebelião 13 separatistas pela sua participação no processo de independência da Catalunha.

O Supremo Tribunal espanhol decretou prisão preventiva para cinco líderes independentistas ouvidos esta sexta-feira: Jordi Turull, Carme Forcadell, Josep Rull, Raul Romeva e Dolors Bassa. A decisão do juíz Pablo Llarena segue a do Ministério Público espanhol que considera haver o perigo dos suspeitos reinciderem nos crimes de rebelião e sucessão de que estão acusados. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais