EUA

Trump ameaça impor taxas a todas as importações chinesas

Lusa 20 de julho de 2018
As mais lidas

O yuan, a moeda chinesa, tem desvalorizado continuamente, reflectindo o nervosismo dos investidores, face às disputas comerciais entre Pequim e Washington.

O presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçou esta sexta-feira impor taxas aduaneiras sobre todas as importações chinesas, se tal for necessário.

"Estou disposto a ir até 500", afirmou Trump numa entrevista transmitida hoje pela estação televisiva CNBC, em referência à totalidade das importações norte-americanas oriundas do país asiático no ano passado, cerca de 500 mil milhões de dólares (420 mil milhões de euros).

Este mês, a administração de Trump já tinha imposto taxas alfandegárias de 25% sobre 34 mil milhões de dólares (29 mil milhões de euros) de importações chinesas, contra o que considera serem "tácticas predatórias" por parte de Pequim, que visam o desenvolvimento do seu sector tecnológico.

"Não o faço por razões políticas, mas porque é o melhor para" os Estados Unidos, disse Trump, acrescentando que a China anda a enganar o país há muito tempo.

O yuan, a moeda chinesa, tem desvalorizado continuamente, reflectindo o nervosismo dos investidores, face às disputas comerciais entre Pequim e Washington.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais