Governo nega injeção única de 1.400 milhões no Novo Banco

17 de janeiro de 2020

O Ministério das Finanças garante que "não está a estudar qualquer injeção de capital no Novo Banco para acelerar o processo de saneamento completo" da instituição.

O Governo nega que esteja a estudar uma forma de acelerar o processo de saneamento do Novo Banco, através de uma injeção única final de 1.400 milhões de euros no capital da instituição bancária, uma notícia que foi publicada, esta sexta-feira, 17 de janeiro, pelo Público.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais