Cofina aborta compra da TVI após não concluir aumento de capital

Jornal de Negócios 11 de março de 2020

Número de ações subscritas não atingiu o total de ações objeto da oferta pública, devido à "significativa deterioração das condições de mercado", pelo que a compra da Media Capital já não se concretiza.

A operação de aumento de capital que se destinava a financiar a oferta pública de aquisição (OPA) da empresa liderada por Paulo Fernandes sobre a Media Capital não vai realizar-se, informou a Cofina em comunicado à CMVM.

Esta terça-feira, 10 de março, terminava o período de exercício dos direitos de subscrição das novas ações e a decisão agora anunciada deve-se ao facto de o número de ações subscritas não ter atingido o total de ações objeto da oferta pública.

A Cofina informa, no documento, que "terminado o período da oferta pública de subscrição de 188.888.889 novas ações ordinárias, escriturais e nominativas, sem valor nominal, e estando em fase de finalização o apuramento dos respetivos resultados, é desde já possível concluir que o número de ações subscritas não atinge o total de ações objeto da oferta pública".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais