"Sim, matei quatro pessoas e defendo a eutanásia"

'Sim, matei quatro pessoas e defendo a eutanásia'
Lucília Galha 18 de fevereiro de 2020

Em Portugal, um médico já assumiu à SÁBADO ter praticado a eutanásia.

A discussão sobre a eutanásia volta ao parlamento no dia 20 de fevereiro, quinta-feira. A Assembleia da República debate cinco projetos de lei para a despenalização da morte assistida, do BE, PS, PAN, PEV e Iniciativa Liberal, que preveem essa possibilidade sob várias condições. Em 2018, o parlamento debateu projetos de despenalização da eutanásia, apresentados pelo PS, BE, PAN e Verdes, mas foram todos chumbados, numa votação nominal dos deputados, um a um, e em que os dois maiores partidos deram liberdade de voto. Há dois anos, o CDS-PP votou contra, assim como o PCP, o PSD dividiu-se, uma maioria no PS votou a favor. O BE, PAN e PEV votaram a favor. Recorde este testemunho recolhido pela SÁBADO sobre um médico que praticou a eutanásia. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais