A presa preferida do ser humano pré-histórico era uma preguiça gigante

Diogo Camilo com Leonor Riso 26 de abril de 2018

Pegadas descobertas nos Estados Unidos mostram que, há 11 mil anos, o ser humano caçava regularmente preguiças com quase 2,50 metros.

Quando o ser humano chegou à América do Norte, há cerca de 15 mil anos, deparou-se com um mundo de gigantes – mamutes, tigres dentes-de-sabre e ursos pardo compunham o topo de uma cadeia alimentar que não podia ser contestada. Mas, com o fim da Idade do Gelo, esses animais enormes foram desaparecendo graças à mudança de clima e à presença do ser humano.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais