Palhaços ajudam crianças nos campos de refugiados

Palhaços ajudam crianças nos campos de refugiados
Vanda Marques 25 de agosto de 2017

Voluntários ingleses acreditam que o mais importante nos campos de refugiados não é apenas abrigo e água. As crianças têm de voltar a rir

Já estiveram em 13 países, da Ásia à América, e ajudaram mais de 100 mil crianças a voltar a sorrir. O grupo de voluntários palhaços The Flying Seagull Project dedica-se a entreter crianças, a jogar e a brincar com elas. Trabalham em campos de refugiados - podem ficar temporadas de uma semana ou de sete - e começaram em 2007. "Elas precisam de mais do que apenas água, comida e abrigo – precisam de se divertir. Porque comer é apenas sobreviver, jogar e rir é viver", diz à SÁBADO Melody Kennett, porta-voz do grupo.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais