A dívida de um chef que ditou o fim do júri do MasterChef Austrália

A dívida de um chef que ditou o fim do júri do MasterChef Austrália
Leonor Riso 23 de julho de 2019

O que levou à saída dos três jurados do programa de sucesso em todo o mundo? Décima primeira temporada é a última com este júri.

Em 24 horas, um canal de televisão passou de apoiar George Calombaris, um dos jurados do programa MasterChef Austrália, a negar-lhe um aumento de salário. O chef bem precisava do apoio, depois de, na semana passada, se ter descoberto que falhou em 8 milhões de dólares australianos (5 milhões de euros) o pagamento aos seus funcionários.

A denúncia foi feita pela Fair Work Commission, o tribunal que regula as questões laborais na Austrália. Calombaris tornou-se ainda mais alvo de críticas depois de se saber que pretendia um aumento de 40% no seu salário como jurado do programa – com o qual já ganhava um salário de um milhão.

O canal anunciou hoje que as negociações contratuais tinham falhado e esta terça-feira, foi transmitido o último programa da temporada que conta com os jurados Calombaris, Matt Preston e Gary Mehigan onze anos depois. A 12.ª temporada será transmitida com um novo painel de jurados.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais