As loucuras que acabaram com o casamento de Kim e Kanye

As loucuras que acabaram com o casamento de Kim e Kanye
Sónia Bento 23 de fevereiro

Ao fim de sete anos e quatro filhos, Kim não aguentou e pediu o divórcio. A gota de água foi a candidatura dele à Casa Branca, mas houve mais...

"A primeira noite que dormi na casa de Kanye... Não vou dizer a data para não ter problemas, mas anos e anos atrás, ele dormia de meias mesmo com calor, e eu pensei, ‘OMG, conheci a minha alma gémea’", contou Kim Kardashian, em 2018, no Create & Cultivate Summit, lembrando como teve a certeza de que Kanye West era "O único". Mas o tempo veio mostrar que estava enganada e, ao fim de sete anos, a socialite pediu o divórcio.

Em causa estão 1,85 mil milhões de euros e a custódia dos quatro filhos – North, de 7 anos, Saint, de 5, Chicago, de 3, e Psalm West, de 21 meses – que ela pede. Uma das cláusulas do processo, segundo o Mirror, proíbe o rapper de criar músicas inspiradas em Kim, durante os próximos dez anos. Kanye já mandou buscar algumas coisas em Calabasas, à casa onde moravam, na Califórnia, como a sua coleção de 500 pares de ténis.

A louca corrida à Casa Branca
Este divórcio não é surpresa para quem tem acompanhado os altos e baixos deste casamento nos últimos tempos. Depois de apoiar todas as escolhas de Kim, Kanye começou a ser crítico sobre o que a mulher vestia e o tipo de fotos insinuantes que ela publica. As selfies, pelas quais a estrela de Keeping Up with the Kardashians é conhecida desde o aparecimento do Instagram, deixaram de ter a sua aprovação.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui