Só Van Dunem não recebeu a vacina da AstraZeneca

Só Van Dunem não recebeu a vacina da AstraZeneca
André Rito 31 de março de 2021

Embora faça parte do grupo de governantes com 65 ou mais anos, a ministra da Justiça foi considerada "não elegível" para a vacina da farmacêutica britânica, uma vez que no momento da toma ainda deveria estar em vigor a norma que desaconselhava a vacina a esta faixa etária.

A ministra da Justiça foi a única governante que não recebeu a vacina da AstraZeneca. Francisca Van Dunen estava no primeiro grupo de membros do Governo a ser vacinado – que incluía o primeiro-ministro, António Costa, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, Marta Temido, ministra da Saúde, entre outros. Todos receberam a vacina desenvolvida pela farmacêutica britânica, à exceção de Francisca Van Dunen.

Segundo informações apuradas pela SÁBADO junto do ministério da Saúde, a governante foi considerada "não elegível". A ministra faz parte do grupo de governantes considerados prioritários, acima dos 65 anos. Questionado sobre a razão para ter sido a única governante a tomar outra vacina - todos os ministros vacinados até ao momento receberam a dose da AstraZeneca - o ministério da Saúde, no entanto, não prestou qualquer esclarecimento adicional.

"A todos os membros de Governo vacinados até ao momento foi administrada a vacina Astrazeneca, à exceção da Ministra da Justiça, que, fazendo parte do grupo de pessoas com 65 ou mais anos, não era, à data, elegível para a administração da referida vacina", disse à SÁBADO fonte do gabinete de Marta Temido. Esta vacina começou por não ser indicada para esta faixa etária, mas a 10 de março essa regra foi alterada.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais