PJ faz buscas no Ministério da Defesa

PJ faz buscas no Ministério da Defesa
Leonor Riso 29 de abril de 2016

Há suspeitas dos crimes de gestão danosa, corrupção e participação económica em negócio, garante a PGR. Em causa está ainda a venda de um navio à Douro Azul

A Polícia Judiciária está a realizar buscas no Ministério da Defesa, na Empordef S.A., nos estaleiros de Viana do Castelo e na Douro Azul. Há suspeitas de crimes de gestão danosa, corrupção e participação económica em negócio.

Em causa, indica o Correio da Manhã, está ainda a venda de um navio à empresa Douro Azul, de Mário Ferreira, em 2014. O navio é o Atlântida (na imagem).

A operação é liderada pelo Ministério Público do Departamento Central de Investigação e Acção Penal, em parceria com a Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. Em comunicado, a Procuradoria-Geral da República adianta que as buscas ocorrem em Lisboa, Aveiro, Torres Vedras, Viana do Castelo e Porto, e para além da venda do navio, estão relacionadas com a subconcessão dos Estaleiros de Viana. 

Cinco magistrados do Ministério Público e quatro magistrados judiciais participam nesta operação. Segundo o jornal Público, estão envolvidos ainda 30 inspectores da PJ.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais