Maria Luís Albuquerque espera "pedido de desculpas público"

Maria Luís Albuquerque espera 'pedido de desculpas público'
Leonor Riso 29 de abril de 2016

Ex-ministra referia-se a discussão quanto à sua entrada na consultora Arrow Global, abordada "em termos demagógicos e populistas"

Em entrevista ao Diário de Notícias, Maria Luís Albuquerque defendeu que a sua entrada como administradora não-executiva da Arrow Global foi abordada "em termos demagógicos e populistas". A antiga ministra das Finanças defende que a questão foi colocada "logo de início da forma errada, revelando ignorância sobre o que é a actividade de uma empresa destas", e indicou que em Portugal, a actividade desta consultora britânica não é regulamentada em Portugal e "portanto não era sequer tutelada".

Albuquerque diz esperar "um pedido de desculpas público" do PCP, que pediu ao Ministério Público para investigar a relação entre ela como ministra e actividades de consultoria. "Quem está na vida política tem de estar preparado para o impacto das suas decisões e para sentir críticas", desvalorizou a deputada social-democrata.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais