Lídia Brás Dias demite-se da direção do CDS

Lídia Brás Dias demite-se da direção do CDS
Alexandre R. Malhado 22 de março
As mais lidas

Conflito autárquico fez mais uma baixa na direção de Francisco Rodrigues dos Santos.

É mais uma baixa na direção do CDS-PP. Lídia Brás Dias apresentou a sua demissão de vogal da comissão executiva na passada quarta-feira, numa carta enviada ao líder centrista Francisco Rodrigues dos Santos. À SÁBADO, a centrista frisa que "deixou de estar disponível pessoalmente e políticamente". 

Francisco Rodrigues dos Santos
Francisco Rodrigues dos Santos ANDRÉ KOSTERS / LUSA
"A minha decisão de sair já era antiga. Em outubro, à margem de um conselho nacional, já tinha comunicado ao presidente do partido a minha indisponibilidade para continuar nos órgãos, assim como a minha continuidade para mais um mandato como vereadora na câmara municipal de Braga", concretizou. Porquê agora? "Sabendo que iria a curto prazo estruturar-se a comissão política do CDS, achei que era o tempo adequado para formalmente apresentar a minha saída."

Fontes da cúpula do CDS explicou à SÁBADO que a baixa tem um motivo local. Foi o culminar de um desconforto concelhio: em outubro, Altino Bessa foi eleito presidente da concelhia de Braga em 2020 e retirou Lídia Dias, atual vereadora da cultura, das listas. O conflito interno com o novo órgão concelhio terá levado a Dias mostrar-se indisponível para voltar a integrar a lista do partido à câmara de Braga, onde é vereadora há oito anos.

A Comissão Política do CDS será agora estruturada. Segundo fonte da direção centrista, os novos nomes deverão estar acertados até sexta-feira. Não é a primeira baixa no órgão máximo do partido. No final de janeiro, saiu Filipe Lobo d’Ávila, vice-presidente, e dois membros da comissão executiva, em ruptura com o líder Francisco Rodrigues dos Santos, que desencadeou uma crise interna. Há duas semanas, foram escolhidos novos nomes: o vice-presidente do CDS, Pedro Melo, e dez vogais da comissão política nacional do partido foram aprovados por uma maioria de 120 votos a favor (72%), 45 contra e 22 abstenções (num universo de 187 votantes) em conselho nacional.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Investigação
Opinião Ver mais