Incêndio na Sertã fez 10 feridos. Combate evolui de forma positiva

Lusa 14 de setembro de 2019
As mais lidas

Na Sertã terão ardido "uma rulote e algumas habitações devolutas", avança a Protecção Civil. Entre os feridos estão nove bombeiros e um civil.

O incêndio que lavra no concelho da Sertã desde sexta-feira tinha às 00h30 de hoje uma frente ativa, num combate que continua a evoluir favoravelmente no período noturno, disse à agência Lusa fonte da Proteção Civil. Foram registados 10 feridos, nove bombeiros e um civil, disse à Lusa a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

NUNO ANDRÉ FERREIRA/LUSA
"O incêndio está a ceder aos meios de combate e temos apenas uma frente ativa na zona mais a sul, virada para Ereira", afirmou fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Castelo Branco, destacando que "as expectativas são favoráveis no sentido de debelar o incêndio durante o período noturno".

Segundo o comandante operacional distrital (CODIS), Francisco Peraboa, a Estrada Nacional 2, entre Vila de Rei e Sertã, continua "cortada ao trânsito por questões de segurança e de trabalho dos operacionais", referindo que na localidade de Cumeada as pilhas de madeira armazenadas no exterior de uma fábrica "foram atingidas pelas chamas", mas que "as instalações estão livres em perigo".

O incêndio florestal deflagrou pelas 14h50 de sexta-feira, na localidade de Marmeleiro, e às 00h30 não havia "localidades em perigo nem necessidade de efetuar quaisquer evacuações, à exceção de alguns cidadãos, de forma preventiva, por terem mobilidade reduzida".

Na Sertã, avançou Francisco Peraboa, sem contabilidade final, terão ardido "uma rulote e algumas habitações devolutas".

Segundo a página na internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), às 1h15 estavam no terreno 578 operacionais apoiados por 175 viaturas.

"No que diz respeito a feridos, no teatro de operações da Sertã, temos o registo de 10 feridos, nove dos quais bombeiros e um civil", explicou Miguel Oliveira, comandante de serviço na ANEPC, em Carnaxide, Oeiras, acrescentando que "está a ser avaliada e atualizada" a informação acerca do estado clínico destes feridos.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana.
Boas leituras!
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais