Há uma ponte "Indiana Jones" que liga duas aldeias, mas pode ficar submersa

Há uma ponte 'Indiana Jones' que liga duas aldeias, mas pode ficar submersa
Diogo Camilo 20 de novembro de 2019

A Ponte de Arame liga Monteiros e Veral, duas aldeias de Trás-os-Montes separadas pelo Rio Tâmega. Mas construção de uma barragem da Iberdrola ameaça a ligação pedonal.

Há mais de um século que uma ponte pedonal aproxima duas aldeias do distrito de Vila Real separadas pelo Rio Tâmega. A Ponte de Arame, que inicialmente era apenas de madeira, foi construída pelos habitantes de Monteiros e Veral mas a relação entre as povoações é mais antiga que a estrutura que as divide.

Maria Olímpia Mourão trocou Monteiros por Lisboa para trabalhar mas desde que se reformou que visita a aldeia natal com cada vez mais frequência e sente a necessidade de lutar pela sobrevivência da ponte "antes que seja tarde demais". À SÁBADO, conta que a aproximação entre as duas aldeias começou numa simples "barquinha".

"Os de Veral vinham moer o milho e o centeio a Monteiros, fazer o azeite, vender o vinho e outras trocas. Fizeram uma barquinha e era assim que se movimentavam."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais