Governo nega ter deixado de fora o PSD das reuniões

Lusa 27 de junho de 2017
As mais lidas

PSD disse ser "incompreensível" o facto de os sociais-democratas não terem sido convidados para a ronda de reuniões sobre o pacote de medidas para a floresta

O Governo convidou todos os partidos para as reuniões internas de trabalho com o primeiro-ministro, esta terça-feira, em São Bento, e só o PSD não respondeu, disse à agência Lusa fonte do gabinete de António Costa.

Esta posição do executivo surgiu logo depois de o PSD de ter qualificado como "incompreensível" o facto de os sociais-democratas não terem sido convidados para a ronda de reuniões com o primeiro-ministro sobre o pacote de medidas para a floresta.

"Todos os partidos foram convidados da mesma forma para as reuniões internas de trabalho com o primeiro-ministro: Através de mensagens de telemóvel. Exceção feita ao PSD, todos os partidos responderam e estiveram presentes nas reuniões aqui em São Bento, que não constaram da agenda oficial do primeiro-ministro", contrapôs a mesma fonte do gabinete de António Costa.

Em declarações aos jornalistas, o deputado e antigo ministro social-democrata Fernando Negrão afirmou que "o PSD não recebeu qualquer convite" do primeiro-ministro.

"É incompreensível", disse Fernando Negrão, que o partido não tenha sido convidado, dado que o PSD "estaria disponível" para ir ao encontro.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais