Governo diz que apresentou a enfermeiros propostas equilibradas e sustentáveis

Lusa 30 de janeiro de 2019
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 25 de fevereiro a 3 de março
As mais lidas

Os dois sindicatos que tinham convocado a greve em blocos operatórios decidiram levantar a suspensão da paralisação e retomar a greve a partir desta quinta-feira, com fim previsto no final de fevereiro.

O Ministério da Saúde considera que apresentou aos sindicatos dos enfermeiros propostas equilibradas e sustentáveis, o mais próximo possível das reivindicações sindicais.

"O Governo concluiu hoje o processo negocial no âmbito da revisão da carreira de enfermagem com as estruturas sindicais do setor (...), tendo sido apresentado um conjunto de propostas equilibrado e sustentável, o mais aproximado possível às reivindicações desta classe profissional", segundo uma nota do Ministério hoje emitida no fim das reuniões suplementares de negociação.

Ainda assim, os dois sindicatos que tinham convocado a greve em blocos operatórios decidiram levantar a suspensão da paralisação e retomar a greve a partir de quinta-feira às 08h00, com fim previsto no final de fevereiro.

No comunicado, o Ministério insiste que as exigências dos sindicatos dos enfermeiros que o Governo não acolheu custariam mais de 440 milhões de euros.

A nota refere que os aumentos salariais reivindicados teriam um impacto financeiro estimado de 216 milhões de euros, enquanto a antecipação da idade da reforma para os 57 anos significaria 230 milhões de euros.

O Governo opta ainda por sublinhar que já tinha sido acordada uma estrutura de carreira com três categorias, entre as quais a de enfermeiro especialista e a de enfermeiro gestor, "em concordância com as principais reivindicações dos sindicatos".

O Ministério recorda também que desde o início da legislatura foram adotadas medidas para os enfermeiros com um impacto superior a 200 milhões de euros.

Contudo, muitas dessas medidas são aplicadas igualmente aos outros trabalhadores da administração pública, como a reposição das 35 horas de trabalho semanais e a recuperação das remunerações reduzidas desde 2011.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais