Eslovénia volta à embaixada em Kiev. Portugal aguarda decisão europeia

Eslovénia volta à embaixada em Kiev. Portugal aguarda decisão europeia
Leonor Riso 29 de março

Primeiro-ministro esloveno apelou ao regresso de diplomatas à Ucrânia, para prestar apoio ao país. Portugal tem três funcionários na embaixada em Kiev.

Esta segunda-feira, 28, foi marcada pela chegada do encarregado de negócios (chargé d'affaires) da embaixada da Eslovénia na Ucrânia a Kiev. O primeiro-ministro do país, Janez Janša, tinha anunciado há uma semana que pretendia recolocar diplomatas em Kiev e apelou aos outros Estados-membros da União Europeia que fizessem o mesmo. "A Ucrânia precisa de apoio diplomático", alegou.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais