Detido ex-professor suspeito de criar perfis falsos para abusar sexualmente de menores

Lusa 19 de junho de 2019
As mais lidas

Homem de 71 anos fazia passar-se por adolescente e pedia às raparigas, algumas com menos de 14 anos, que enviassem vídeos e fotografias em poses pornográficas.

A Polícia Judiciária deteve em flagrante delito, em Lisboa, um professor reformado de 71 anos suspeito de criar perfis falsos em redes sociais para aliciar menores a práticas sexuais, foi divulgado esta quarta-feira.

jovens a trabalhar no computador
jovens a trabalhar no computador
O suspeito, sem antecedentes criminais, criou "inúmeros perfis em redes sociais, fazendo-se passar por um adolescente", para manter conversas de cariz sexual com raparigas, algumas com menos de 14 anos, às quais pedia para enviarem "vídeos e fotografias em poses pornográficas", adianta a PJ em comunicado.

O arguido, que, alegadamente, depois divulgava e partilhava fotografias e filmes com conteúdos pornográficos envolvendo menores, está indiciado pelos crimes de abuso sexual de crianças, pornografia de menores e aliciamento de menores para fins sexuais, adianta a PJ em comunicado.

"Para facilitar o processo de atração, o arguido partilhava fotos de jovens com idades aproximadas às das vítimas, em nudez integral e na prática de atos sexuais explícitos e adaptava o tipo de escrita e conversação aquela faixa etária", refere ainda o comunicado.

A detenção ocorreu na sequência de uma investigação desenvolvida pela diretoria do Sul da PJ por pornografia de menores e tutelada pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Ministério Público de Albufeira.

O arguido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação adequadas.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana.
Boas leituras!
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais