Covid-19: Subiu para três o número de mortos no lar de Vila Nova de Foz Côa

Lusa 31 de março de 2020
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 25 de fevereiro a 3 de março
As mais lidas

O provedor da misericórdia, António Morgado, já tinha avançado que 17 dos cerca de 30 funcionários do lar também deu positivo para o vírus, sendo que um é profissional de enfermagem.

A Unidade de Saúde Pública (USP) da Guarda anunciou, esta terça-feira, que subiu para três o número de mortos provocados pela covid-19 no Lar Senhora da Veiga, em Foz Côa, uma estrutura que contabiliza 47 utentes infetados.

Lar Nossa Senhora da Veiga, em Vila Nova de Foz Côa coronavirus
Lar Nossa Senhora da Veiga, em Vila Nova de Foz Côa coronavirus Nuno André Ferreira

O provedor da misericórdia, António Morgado, havia avançado que 17 dos cerca de 30 funcionários do lar também deu positivo para o vírus, sendo que um é profissional de enfermagem.

Hoje foram realizados mais 31 testes de despistagem, ainda sem resultados conhecidos, indicou o mesmo organismo.

O provedor da misericórdia avançou que o Lar Senhora da Veiga já foi sujeito a desinfestação efetuada "por uma equipa especializada".

Os responsáveis pelo lar, em articulação com o município, já haviam procedido à transferência para o Centro de Gestão Agrícola de Foz Côa de 11 utentes, que deram "negativo" para a covid-19, para aí serem acompanhados.

Na segunda-feira chegaram à Misericórdia de Foz Côa 11 estudantes de medicina e enfermagem que foram divididos por equipas e que estão a prestar cuidados aos utentes "dada a escassez de pessoal auxiliar".

O Lar de Idosos da Misericórdia de Vila Nova de Foz Côa, no distrito da Guarda, encontra-se em regime de isolamento.

O primeiro foco de infeção foi registado na quarta-feira.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela DGS, registaram-se 160 mortes, mais 20 do que na véspera (+14,3%), e 7.443 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 1.035 em relação a segunda-feira (+16,1%).

Dos infetados, 627 estão internados, 188 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais