Coronavírus: DGS admitiu existirem mais de 9.500 infetados em Portugal

Coronavírus: DGS admitiu existirem mais de 9.500 infetados em Portugal
SÁBADO 31 de março de 2020

Em reunião com Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa, especialistas indicaram que o pico da doença tanto pode ser em maio, como pode já ter passado. Estimativa é de que mais de 40% dos casos não foram ainda testados.

O número de infetados pelo novo coronavírus em Portugal pode ser "superior a 9.500", indicaram especialistas da Direção-Geral de Saúde, citados pelo Observador, durante a reunião no Infarmed perante o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, Marcelo Rebelo de Sousa.

À altura dos números avançados, ainda não era conhecido o boletim epidemiológico desta terça-feira, que veio aumentar o número de casos da Covid-19 em Portugal para 7.443, com um aumento de 20 mortos em relação ao dia anterior, subindo o total para 160 vítimas mortais.

A razão para esta diferença de números está no período em que os infetados estão no período de incubação da doença - ou seja, ainda não apareceram os sintomas. Assim, refere o Observador, há um atraso entre os números publicados nos boletins da DGS, os reais de casos diagnosticados, e os eventuais casos de infeção que ainda não foram diagnosticados.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais