CGTP conseguiu 115 mil novos sindicalizados. Falta saber quantos perdeu

Jornal de Negócios 14 de fevereiro de 2020

A meta estabelecida há quatro anos, de 110 mil pessoas, foi ultrapassada, anunciou Arménio Carlos no discurso de abertura do congresso da CGTP. Falta saber quantos saíram.

A CGTP conseguiu, nos últimos quatro anos, 114,7 mil novas sindicalizações, ultrapassando a meta estabelecida no último congresso, de 110 mil novos sindicalizados.

Os dados foram revelados, como já é habitual, por Arménio Carlos, no discurso de abertura do congresso que começou esta sexta-feira, no Seixal. "São mais 114.683 trabalhadores que se juntam às muitas centenas de milhares que têm na CGTP a sua organização sindical de classe".

Contudo, os dados do discurso não permitem perceber quantos sindicalizados perdeu a CGTP, que tem vindo a perder representatividade. Entre 2012 e 2016 o número de associados recuou 10% para 550 mil pessoas, seguindo, aliás, uma tendência estrutural.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais