CDS acusa Governo de querer acabar com os "chumbos" até ao 9.º ano e fingir que não

Lusa 13 de novembro de 2019
As mais lidas

O chefe do Governo não deu uma resposta direta nem a Cecília Meireles nem a Rui Rio, líder do PSD, que minutos antes colocara também a questão no debate quinzenal.

O CDS gastou esta quarta-feira oito minutos do debate quinzenal a perguntar se o Governo vai acabar com as retenções até ao 9.º ano e acusou o primeiro-ministro de "querer acabar com os chumbos", mas fingir que não.

TIAGO PETINGA/LUSA

"A verdade é que o primeiro-ministro não responde. Quer acabar com os chumbos, mas finge que não o fez", concluiu a líder parlamentar do CDS, Cecília Meireles, depois de um pingue-pongue com António Costa em que lhe perguntou sucessivamente se o anunciado plano de não-retenção de alunos visa ou não acabar com as retenções, ou "chumbos", até ao 9.º ano.

O chefe do Governo não deu uma resposta direta nem a Cecília Meireles nem a Rui Rio, líder do PSD, que minutos antes colocara também a questão no debate quinzenal com o primeiro-ministro, no parlamento, o primeiro desta legislatura. Costa repetiu, pelo menos duas vezes, que se trata de "um plano de não retenção para favorecer o sucesso educativo de cada estudante" e que "não é garantido que passa sem saber, ou que termina a escola sem sucesso garantido".

Por fim, fez um ataque ao CDS e ao programa eleitoral com que se apresentou às legislativas de 06 outubro e à possibilidade de um aluno, excluído pelo "numerus clausus" poder entrar na universidade pagando a propina na sua totalidade. "Para o CDS é que já sabemos que não é preciso aprender. Basta pagar para chegar ao ensino superior", afirmou o primeiro-ministro.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais