Bombeiros feridos em Arganil livres de perigo

Lusa 09 de outubro de 2017
As mais lidas

Os dois bombeiros voluntários de Cantanhede que sofreram ferimentos, quando estavam no combate ao incêndio em Pampilhosa da Serra, não correm risco de vida.

Os dois bombeiros voluntários de Cantanhede que hoje sofreram ferimentos no concelho de Arganil, quando estavam no combate ao incêndio que deflagrou em Pampilhosa da Serra, não correm risco de vida, disse o comandante da corporação.

Paulo Novais/Lusa
Os bombeiros, de 41 e 38 anos, sofreram ferimentos na sequência de um despiste de um camião tanque que se despistou cerca das 14:20, na zona de Teixeira, caindo por uma ribanceira com cerca de 30 metros.

Os dois elementos foram transportados num helicóptero do INEM para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), onde às 20:00 ainda se encontravam a aguardar pela realização de exames médicos.

"Apresentam muitas escoriações, mas aparentemente não correm risco de vida, encontrando-se no serviço de Urgência dos CHUC", adiantou à agência Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede, José Oliveira.

O fogo, que teve início pelas 23:20 de sexta-feira, em povoamento florestal próximo de Castanheiro, localidade da freguesia de Fajão e Vidual, no município de Pampilhosa da Serra, alastrou ao concelho de Arganil.

Às 19:55, as chamas estavam a ser combatidas por 646 operacionais, apoiados por 197 veículos, segundo a Autoridade Nacional de Protecção Civil.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais