A única despesa que aumenta na Educação é com pessoal, diz PSD

A única despesa que aumenta na Educação é com pessoal, diz PSD
Margarida Davim 02 de novembro de 2018

"As únicas rubricas que aumentam neste Orçamento, face ao de 2015, são as despesas com pessoal", diz Margarida Mano, que nota que o gabinete do ministro da Educação gasta agora mais 16% do que em 2015, quando a Ciência e Ensino Superior faziam parte do ministério.

Tiago Brandão Rodrigues garante que em 2019 a Educação terá o maior Orçamento dos últimos oito anos. Mas o PSD não encontra sustentação para esta conclusão do ministro da Educação nos números que estão na proposta do Governo.

"Este Orçamento para a Educação parece 'o onde está o Wally?'. O senhor ministro promete, promete, mas onde está o Orçamento?", questiona a deputada social-democrata Margarida Mano, que diz que "este Governo desinvestiu na Educação".

Porquê? Segundo Margarida Mano, a despesa efectiva em Educação desce 3,1% do PIB para 3,0% e "as únicas rubricas que aumentam neste Orçamento, face ao de 2015, são as despesas com pessoal".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais