EUA decidiram impor restrições à venda de cigarros electrónicos a jovens

Lusa 15 de novembro de 2018
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 25 de novembro a 1 de dezembro
As mais lidas

A Administração da Alimentação e Saúde anunciou uma proposta para proibir a venda de 'cigarros electrónicos' via Internet, ficando estes apenas disponíveis em lojas.

As autoridades dos Estados Unidos decidiram impor restrições draconianas à venda de 'cigarros electrónicos' a jovens, grandes consumidores destes produtos, especialmente na sua forma aromatizada, anunciou hoje a entidade reguladora.

A Administração da Alimentação e Saúde (FDA, na sigla em inglês) anunciou hoje uma proposta para proibir a venda de 'cigarros electrónicos' via Internet, ficando estes apenas disponíveis em lojas.

A FDA também pretende impor a proibição de venda de cigarros mentolados e charutos aromatizados, segundo a agência noticiosa francesa AFP.

Estas decisões deverão ser submetidas a um período de consulta pública, para poderem entrar em vigor em Junho do próximo ano.

O número de consumidores de 'cigarros electrónicos' nos liceus norte-americanos aumentou 78% entre 2017 e 2018, segundo os mais recentes estudos resultantes de um inquérito nacional sobre os jovens e o tabaco.

O presidente da FDA, Scott Gottlieb disse, citado pela AFP, que não deixará "que uma geração de crianças se torne viciada em nicotina através dos cigarros eletrónicos".

Desde 2016 que a FDA regula o consumo e venda dos 'cigarros electrónicos', tendo interditado a venda a menores de idade e multiplicado fortemente os controlos.

Perante o aumento vertiginoso do consumo entre os jovens norte-americanos, a FDA decidiu penalizar os aromas disponíveis para 'cigarros electrónicos' que indiciem causar habituação nos jovens.

Num artigo recente publicado no jornal Washington Post, Scott Gottlieb e a secretária da Saúde norte-americana, Alex Azar, falavam de "uma epidemia" quando se referiram a estes consumos crescentes.

Muitos dos produtos cancerígenos dos cigarros comuns, como alcatrão, não são encontrados nos eletrónicos, mas os líquidos aromatizados que são vaporizados para inalação contêm nicotina, substância que não está directamente relacionada com o cancro, mas que provoca habituação.

A FDA apelou recentemente aos fabricantes de 'cigarros electrónicos' para que encontrem forma de evitar que os mais jovens comprem os seus produtos.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais