Desemprego sobe em maio na zona euro e UE

Lusa 02 de julho de 2020
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 9 a 15 de junho
As mais lidas

De acordo com o Eurostat, a taxa de desemprego na zona euro avançou face à de 7,3% de abril e à de 7,5% registada em maio de 2019. Na UE, os 6,7% de maio comparam-se com os 6,6% de abril e os 6,3% homólogos.

A taxa de desemprego subiu, em maio, para os 7,4% na zona euro e na 6,7% na União Europeia (UE), um mês ainda marcado pelas medidas de confinamento devido à pandemia da covid-19, segundo o Eurostat.

virus coronavirus covid covid-19 pessoas
virus coronavirus covid covid-19 pessoas

De acordo com o gabinete estatístico europeu, na zona euro, a taxa de desemprego avançou face à de 7,3% de abril e à de 7,5% registada em maio de 2019.

Na UE, os 6,7% de maio comparam-se com os 6,6% de abril e os 6,3% homólogos.

O gabinete estatístico europeu não faz, neste boletim, as habituais comparações por Estado-membro e alerta que estes dados não espelham a realidade, uma vez que as estimativas são baseadas na definição padrão de desemprego da Organização Mundial do Trabalho, que designa como desempregadas as pessoas sem trabalho e que estavam ativamente à procura de um emprego nas quatro semanas anteriores.

Devido às medidas de confinamento adotadas já me março para conter a pandemia da covid-19, houve uma grande subida nos pedidos de subsídio de desemprego na UE, mas as pessoas inscritas nos respetivos organismos estavam impedidas de procurar um novo trabalho devido ao confinamento ou por terem que ficar como cuidadores dos filhos, sem poderem trabalhar.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais