Siga o nosso canal no WhatsApp e não perca as grandes histórias da SÁBADO. Seguir

Portugueses são os que gastam mais em roupa e calçado na União Europeia

Portugueses são os que gastam mais em roupa e calçado na UE
Diogo Camilo 09 de dezembro de 2019

Portugal é um dos Estados-membros que mais gasta em bens e serviços em relação ao seu PIB. Em média, cada português gasta 788 euros em roupa, 750 em espetáculos e cultura e 403 em álcool e tabaco.

Portugal foi o país da União Europeia que mais gastou em roupa e calçado no ano de 2018. Dados do Eurostat indicam que portugueses foram quem mais gastou em vestuário tendo em conta o PIB de cada Estado-membro: portugueses gastaram 4,1% do PIB em roupa – o que corresponde a cerca de 788 euros por pessoa, face ao valor mais recente da Pordata.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Cuidados Intensivos

Hooligans

Nos debates, ganha quem o hooligan quer que ganhe – e isso é válido para o hooligan anónimo, que grita para o televisor “Dá-lhe, Pedro Nuno!”, como para o hooligan em estúdio, que apesar de usar fato e gravata também está de tronco ao léu, agarrado à vedação do estádio, a chamar nomes ao árbitro.

Talvez crónica

Somos feitos da curiosidade que temos

Uma pessoa que se rende à falta de curiosidade nunca vai saber o que está a perder. Deixa-se ficar deitada a apanhar pó por dentro, enquanto a vida lá fora avança em passos largos e fugidios. As respostas ficam cabisbaixas trancadas numa sala, a trocarem olhares entre elas, ansiosas por se virem mostrar como nunca antes as viram.

A Lagartixa e o jacaré

Debates

O papel dos comentários pós-debates ajuda a fixar uma impressão, mesmo quando a composição dos comentadores parece de antemão favorecer um lado ou outro. Parece e é. A maioria dos comentadores é hoje favorável à direita.

No país emerso

O feminista António Pinto Pereira

O Dr. Pinto Pereira só afirma que as mulheres “são muito mais importantes e valiosas do que os homens” precisamente porque as perceciona como seres frágeis, carentes de proteção e merecedoras da sua condescendência, honrando os valores machistas do seu partido