Tem os olhos vermelhos? Pode ser covid

Tem os olhos vermelhos? Pode ser covid
Lucília Galha 06 de abril

Sintomas oculares como ardor, lacrimejar, secreções ou sensibilidade à luz podem ser uma manifestação inicial da doença. Sobretudo se não for uma pessoa com alergias frequentes. Na dúvida, faça o teste.

Decorrido mais de um ano de pandemia, hoje sabe-se que o SARS-CoV-2, embora seja um vírus essencialmente respiratório, está longe de ser só isso. Não ataca só os pulmões, mas vários outros órgãos. Um deles é, justamente, o olho. "Em cerca de 30% dos casos, os doentes referiram, retrospetivamente, que tiveram o olho vermelho, um olho que lacrimejava, uma sensibilidade enorme à luz e então começou a constatar-se que os olhos não eram só uma porta de entrada, também eram alvos de uma agressão por parte do vírus", diz à SÁBADO o médico oftalmologista Eugénio Leite.

Quer isto dizer que a doença também pode manifestar-se nos nossos olhos. Vamos por partes. A ideia de que a infeção pode ocorrer através do olho não é nova, começou a perceber-se logo no início da pandemia, ainda em Wuhan, na China. "As partículas andam no ar, obviamente vão para os olhos, e as pessoas podem tocar-lhes com as mãos contaminadas. Ou seja, se o vírus entra na lágrima tem acesso ao nariz [as lágrimas são drenadas do saco lacrimal para o nariz] e do nariz chega às vias aéreas superiores. Está feita a infeção", explica o especialista.

Não sendo a principal forma de nos infetarmos é ainda assim uma "porta de acesso", sublinha, a que as pessoas, sobretudo aquelas que não usam óculos, acabam por estar vulneráveis. "Não usando óculos expomos os olhos às partículas que estão no ar", diz. Uma forma de nos protegermos é usar, além da máscara, uma viseira – um conselho que serve sobretudo para os profissionais de saúde mais expostos a este risco, como os oftalmologistas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais