Ordem dos Médicos desconhece casos de eutanásia no SNS

Cátia Andrea Costa 29 de fevereiro de 2016

Organismo de José Manuel Silva considera “extraordinariamente graves” as afirmações da bastonária da Ordem dos Enfermeiros, garantindo que há casos de eutanásia explícitos e encapotados em Portugal

A Ordem dos Médicos (OM) reagiu às declarações da bastonária da Ordem dos Enfermeiros, assumindo que foi "surpreendida" com as declarações de Ana Rita Cavaco, em que esta afirmou "taxativa e assumidamente" que a eutanásia "já é praticada nos hospitais portugueses e que terá visto médicos sugerirem a administração de insulina a doentes em situação terminal para lhes causar o coma e provocar a morte, mesmo sem ‘pedido’ do doente". "Não estou a chocar ninguém porque quem trabalha no Serviço Nacional de Saúde [SNS] sabe que estas coisas acontecem por debaixo do pano, por isso vamos falar abertamente", disse a bastonária, numa entrevista à Rádio Renascença.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais