O que é a acrilamida? Devemo-nos preocupar com o que comemos?

O que é a acrilamida? Devemo-nos preocupar com o que comemos?
Leonor Riso 09 de abril de 2018

No dia 11 de Abril, entra em vigor um regulamento da Comissão Europeia sobre esta substância considerada "provavelmente cancerígena".

No dia 11 de Abril, entra em vigor um novo regulamento da Comissão Europeia  que limita a presença de acrilamida, uma substância química considerada provavelmente cancerígena pela Organização Mundial de Saúde, na comida. A acrilamida está presente em alimentos como o café, o pão, as batatas fritas, os cereais de pequeno-almoço e as bolachas.

O que é a acrilamida? Resulta da reacção entre os açúcares redutores e as proteínas dos alimentos, causada pelo calor a que estes últimos são cozinhados ou processados. Caso as temperaturas sejam superiores a 120ºC, e se registe um menor grau de humidade, mais aumenta a acrilamida, sobretudo nos alimentos com mais amido ou frutose.

O regulamento comunitário que entrará em vigor visa em particular as batatas fritas, o pão, bolachas, biscoitos, café e seus sucedâneos. Os alimentos fritos ou tostados são aqueles em que há mais acrilamida.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais