Como falhou a ligação entre o Governo e a escola

Aulas online vão regressar, mas o Executivo demorou mais tempo a comprar computadores que as farmacêuticas a descobrir novas vacinas. Ensino à distância veio cavar ainda mais o fosso entre o público e o privado.

Manuel, 15 anos, tinha regressado à escola há quatro dias quando foi decretado o encerramento de todos os estabelecimentos de ensino. Esteve mais de um mês em casa - desde 9 de dezembro de 2020 até 18 de janeiro de 2021, uma segunda-feira -, em dois isolamentos profiláticos sucessivos. Primeiro, por causa de um colega que testou positivo e com quem ele tinha almoçado; depois, pelo contacto com o irmão, que também ficou infetado. Durante esse tempo, não pôde assistir às aulas - não porque não quisesse, mas porque a escola nem sequer lhe deu essa oportunidade.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais