Educação

Professores obrigados a traduzir matérias para alunos estrangeiros

Professores obrigados a traduzir matérias para alunos estrangeiros
Raquel Lito 15 de novembro

As escolas públicas acolhem mais de 120 nacionalidades, mas os recursos escasseiam. As turmas enchem, os professores não chegam e os alunos desmotivam-se.

Português à mistura com ucraniano, árabe, urdo, turco, hindu, mandarim, inglês, francês, espanhol – a sala de aula pode ser um centro de línguas, mas em versão rudimentar com base no Google Tradutor. É a realidade crescente das escolas públicas, do ensino básico e secundário, onde os professores contactados pela SÁBADO acumulam turmas multilingues (sem formação para tal), devido ao maior fluxo migratório.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais