Markl revoltado com académicos que criticam defesa dos animais

L.R. 28 de abril de 2018

O radialista comentou o debate ocorrido na Faculdade de Coimbra sobre o novo estatuto jurídico dos animais.

Nuno Markl expressou a sua revolta com o sucedido num debate acerca do novo estatuto jurídico dos animais, ocorrido a 19 de Abril na Faculdade de Direito de Coimbra. Um dos participantes, um professor universitário, defendeu que as leis são "um retrocesso civilizacional". No Instagram, o radialista e conhecido defensor dos direitos dos animais chamou a alguns dos intervenientes no debate "criaturas desprezíveis e trogloditas".

"Na venerável Faculdade de Direito de Coimbra, as novas leis de defesa dos animais foram debatidas - só que com preocupação e revolta. Dois professores - que me apetece insultar e enxovalhar até eles me levarem a tribunal - consideraram que se trata de um retrocesso civilizacional, já que os animais nunca passarão de coisas", escreveu Markl no seu perfil na rede social. "Professores académicos. Em cuja academice eu defeco; são criaturas desprezíveis e trogloditas que representam com clareza o complexo de inferioridade nacional: às vezes somos tão pequenos que só conseguimos sentir-nos maiores diminuindo os alvos mais fáceis. Senhores professores, ide para o c#%*lho."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login