Instantâneos ou quase (56)

O pedido de absolvição do Ministério Público para Azeredo Lopes no caso Tancos, devia ser um caso de estudo na escola da magistratura. É que, antes, o mesmo MP não tinha dúvidas de que o ex-ministro sabia que a PJM estava a investigar à revelia da PJ.

Todos os suspeitos da Operação Cartão Vermelho
15 de julhoAntónio José Vilela

Todos os suspeitos da Operação Cartão Vermelho

A investigação vai muito além dos negócios de Luís Filipe Vieira. O Ministério Público e a Autoridade Tributária escutaram e vigiaram nos últimos anos Pinto da Costa, Fernando Gomes e o empresário Pedro Pinho. Há negócios milionários em causa

Ex-cunhada implica Bolsonaro num esquema de empregos fictícios
06 de julhoAna Bela Ferreira

Ex-cunhada implica Bolsonaro num esquema de empregos fictícios

Ao todo, a família Jair, Carlos e Flávio Bolsonaro chegaram a empregar 18 parentes da ex-mulher do presidente do Brasil. Estes seriam funcionários fictícios dos gabinetes públicos e entregavam cerca de 90% dos salários à família Bolsonaro.

Estes companheiros merecem tudo e mais alguma coisa
12 de junhoMarkus Almeida

Estes companheiros merecem tudo e mais alguma coisa

Se os animais são nossos amigos, então tratemo-los e mimemo-los como tal: com acupuntura, piscinas para cães, hotéis para gatos, retratos profissionais, creches, spas e até bolos de aniversário personalizados.

Juiz rejeita nulidades e manda Sócrates e Santos Silva para julgamento
08 de junhoLusa

Juiz rejeita nulidades e manda Sócrates e Santos Silva para julgamento

Ivo Rosa recusou os pedidos de nulidade apresentados pelo Ministério Público (MP) e pelas defesas de José Sócrates e Carlos Santos Silva, ordenando que os autos da Operação Marquês sejam enviados imediatamente para o Tribunal Criminal de Lisboa, no Campus de Justiça, para marcação do julgamento.

Moniz da Maia: A Interpol já procurou este milionário
30 de abrilAna Taborda

Moniz da Maia: A Interpol já procurou este milionário

Chegou a ter um mandado de captura internacional – entretanto retirado –, perdeu um jacto e um iate para pagar dívidas. Bernardo está a reorganizar os negócios da família: tudo começou com a construção da auto-estrada Lisboa-Caxias, depois veio a fábrica de tomate que acabou com o desemprego na Azambuja e a entrada no BCP com mais acções que Américo Amorim.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)