Santa Casa contratou Paulo Pedroso por 3700 euros

Santa Casa contratou Paulo Pedroso por 3700 euros
Maria Henrique Espada 25 de novembro de 2020

O ex-socialista e diretor de campanha de Ana Gomes assinou contrato em setembro, com efeitos retroativos a abril. Na mesma altura, foi também contratado pela Associação Mutualista Montepio, que se cruza com a Santa Casa como acionista do Banco Montepio.


Paulo Pedroso, ex-ministro do Trabalho e Segurança Social, era já consultor da Associação Mutualista Montepio, desde abril último. O que não se sabia é que o ex-socialista – saiu do PS no início deste ano – iniciou funções, na mesma altura, na Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML). A deliberação 1473/2020 de 25 de setembro da administração da SCML formalizou o contrato com Pedroso, no valor de 3700 euros mensais (brutos), como consultor externo para um projeto de políticas de longevidade. O contrato, no entanto, tem efeitos retroativos a abril deste ano. E ambas as instituições – Mutualista e Santa Casa – partilham também uma ligação a Montepio Geral; as duas são acionistas do banco, a primeira, maioritária, a segunda, tendo entrado em 2018 com outras instituições do setor social, tem uma participação simbólica.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais