Quanto custa descongelar a carreira de 100 mil professores?

Quanto custa descongelar a carreira de 100 mil professores?
Sara Capelo 16 de abril de 2019

Assembleia da República vai discutir esta terça-feira quatro projetos que propõem alterar o decreto do Governo sobre o descongelamentos de carreiras.

A resposta à pergunta que está no título depende - mesmo - de quem faz as contas. Para o Governo, se compensasse na totalidade os cerca de 100 mil professores pelos 9 anos, quatro meses e dois dias em que as progressões na carreira estiveram congeladas, teria "um aumento permanente da despesa de 600 milhões de euros por ano". Mas esse valor é agora contestado por um grupo de "30 a 40 docentes, de todo o País e sem ligações partidárias" (entre eles está Paulo Guinote, autor do blogue já desativado A Educação do Meu Umbigo), que calculou em pouco mais de metade (320,3 milhões de euros) a despesa que o Estado teria.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais