PJ apreende telemóvel e computador a autarca de Pedrógão

A.R.M. 13 de setembro de 2018

As buscas desta quarta-feira foram motivadas por "fortes indícios" de crimes de burla qualificada, falsificação de documentos, participação económica em negócios, corrupção e abuso de poder.

O computador pessoal e os telemóveis do presidente da Câmara Municipal de Pedrógão, Valdemar Alves, foram apreendidos pela Polícia Judiciária (PJ) de Coimbra. A PJ apreendeu também os telemóveis de todos os elementos do GORR -Gabinete Operacional de Recuperação e Reconstrução e dos serviços técnicos.

De acordo com o jornal i, as buscas desta quarta-feira foram motivadas por "fortes indícios" de crimes de burla qualificada, falsificação de documentos, participação económica em negócios, corrupção e abuso de poder. Contudo, fonte da PJ ao Jornal de Notícias diz que "ainda não existe certeza nenhuma sobre se estão em causa actos que possam ser classificados como burla ou falsificação, como outro tipo de crime, ou como meras irregularidades administrativas". 

Recorde-se que a PJ, acompanhada pelo Ministério Público, realizou buscas na Câmara Municipal de Pedrógão Grande e na Casa Municipal da Cultura de Pedrógão Grande, onde funciona o gabinete que trata da reconstrução das casas afectadas pelos incêndios de Junho de 2017.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais