Máscaras na rua podem ser aprovadas após dissolução do Parlamento

Máscaras na rua podem ser aprovadas após dissolução do Parlamento
Margarida Davim 17 de novembro

Maria da Luz Rosinha, porta-voz da Conferência de Líderes, diz que é “prematuro” discutir tema, mas garante que Parlamento terá formas de votar.

A subida do número de infetados relançou o debate sobre se devemos ou não voltar a usar máscaras na rua. O Presidente da República já defendeu que sim, mas será preciso que o Parlamento aprove uma lei que torne obrigatória a utilização de máscaras ao ar livre.

Com a dissolução do Parlamento, decretada para o fim deste mês, põe-se a questão de saber como será possível aprovar essa legislação, se for necessário.

O tema ainda não foi discutido na Conferência de Líderes da Assembleia da República, esta quarta-feira, mas a porta-voz deste órgão garante que não haverá um vazio. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais